PS elimina taxa que nunca existiu

unnamed

A sobretaxa de IRS para quem ganha menos de 7 mil euros por ano nunca existiu. Quem ganha o salário mínimo esteve sempre isento.

Mas a mesma imprensa que nos tenta meter o candidato Marcelo pela goela, também nos tenta convencer que o PS eliminou uma taxa que não existia. Haverá sempre quem caia nestas esparrelas.

NOVAS PERSPECTIVAS DO CAMINHO DE SANTIAGO EM PORTUGAL E ESPANHA

Etiquetas

Programa

BEJA (PORTUGAL) | 6-7 de Novembro de 2015
Igreja de Nossa Senhora ao Pé da Cruz | Rua das Alcaçarias, Beja

Realizam-se em Beja, a 6 e 7 de Novembro, as Jornadas “Novas Perspectivas do Caminho de Santiago em Portugal e Espanha”, organizadas pelo Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja, pela Subdirección General de Cooperación Cultural con las Comunidades Autónomas – que tem a seu cargo a Secretaria da Comisión Ejecutiva del Consejo Jacobeo, o órgão máximo do Caminho de Santiago – e pela Subdirección General de Promoción Exterior de la Cultura, ambas pertencentes à Secretaría de Estado de Cultura de España, com a colaboração do Município de Beja.

Este encontro faz parte da programação de Mostra España 2015 e pretende criar um espaço de diálogo entre Portugal e Espanha que visa o intercâmbio de conhecimentos, experiências e boas práticas em torno da realidade patrimonial, ambiental, religiosa e turística do Caminho de Santiago. Reconhecido pelo Conselho da Europa, em 1987, como o primeiro Itinerário Cultural Europeu, e declarado pela Unesco Património da Humanidade, em França e Espanha, o vastíssimo conjunto de itinerários de peregrinação que tem por meta Santiago de Compostela assume cada vez mais importância económica e social ao longo dos territórios que atravessa. Para muitas regiões a braços com a desertificação, como sucede frequentemente com o interior do nosso país, ele traz um alento de vida.

O programa, que pode ser consultado em www.mostraespanha2015.com/camino-santiago/, propõe uma análise do Caminho de Santiago na Península Ibérica, do ponto de vista do património histórico e natural, debate a problemática das peregrinações como fenómeno religioso e turístico e reserva um espaço especial para os projectos que culminaram graças à cooperação europeia. Cada secção das Jornadas será aberta com uma conferência que faz o ponto da situação do tema, tanto em Espanha como em Portugal, seguindo-se a apresentação de “casos de estudo” nos dois países, oferecendo, assim, a possibilidade de se ter uma visão mais completa das principais iniciativas que estão actualmente a funcionar, no terreno, ao longo da Península Ibérica, assim como a oportunidade de partilha de experiências, contribuindo para um enriquecimento comum.

Pretende-se muito especialmente ter em conta a possibilidade de assegurar financiamentos e outros apoios através de uma colaboração com instituições de Espanha e de outros países.

Estarão presentes, entre outros, o Deão-Presidente da Catedral de Santiago de Compostela, os altos responsáveis pelo Caminho de Santiago no âmbito do Governo de Espanha, dos Governos Autonómicos da Galiza, de Castela e Leão e do Principado das Astúrias, o Presidente da S. A. de Gestão do Caminho Jacobeu, o Presidente da Câmara Municipal de Beja e da CIMBAL, a Directora Regional de Cultura do Alentejo, o Presidente do Turismo do Alentejo e Ribatejo, presidentes das Associações de Amigos do Caminho, investigadores e professores universitários, o que imprime a esta iniciativa especial significado.

A inscrição é gratuita, até à lotação da sala, e pode ser efectuada através de dphadb@sapo.pt ou do número dedicado 962414521.